Topo
Blog do Orlando

Blog do Orlando

Categorias

Histórico

a laje é um espaço de convivência que é a cara de são paulo

Orlando

15/09/2017 22h20

em são paulo não são poucas as pessoas que, na falta de opções, criam novas opções, e assim, pipocam aqui, ali e acolá, espaços de convivência artística com os mais diversos formatos e arquiteturas.
a laje, segue essa tendência mas prima pelo despojamento e por oferecer um ambiente que pode servir tanto para a ferveção quanto para momentos contemplativos.
salas que podem ser alugadas ou compartilhadas, a oferta de cursos e um "quintal" gigante (a laje) cercado de prédios e céu para se tomar sol, ler, juntar gente.
juntar gente parece ser a expressão correta para o empreendimento que o artista dw ribatski propõe.
o espaço tem uma agenda própria mas está aberta a novos projetos.
tocado por um curitibano, a laje oferece uma casa com portas abertas com diversidade de atividades e de pessoas.
a cara de são paulo.

fotos: lajepress

blogdoorlando – o que é a laje? um espaço? um coletivo? um clube?
DW Ribatski! – Laje é um espaço cultural independente, criado por mim, Eugênia Fajardo e Filipi Filippo, atualmente capitaneado por mim. É um espaço pra pessoas se reunirem e trocarem, no caso pegando um solzinho ou olhando as estrelas (ok, as vezes chove também (risos). Temos eventos gratuitos e cursos pagos, café e água sempre grátis. É proibido dançar juntinho, mas se quiser, pode.

blogdoorlando – como vc acha que essas atividades díspares podem conversar umas com as outras?
DW Ribatski! – O foco é a energia do lugar, é algo que foi (vai) se criando com o tempo e o fluxo natural das coisas. Então não importa a modalidade artística, a conversa é em outro plano, vale fotografia, quadrinhos, artes plásticas, escultura, serigrafia, humor, roteiro pra cinema, etc. E mesmo quando rola, tipo o Curso de Defesa Pessoal da Heloíse Fruchi, que não se define como "arte" propriamente dita, mas lida com filosofia e conexões importantes.

blogdoorlando – parece que hoje a coisa que as pessoas mais precisam é conversar e entender para onde ir, não?
DW Ribatski! – Sim, ou entender que não vamos pra lugar nenhum. (risos). O lance de lidar com o presente também. É isso, o importante é o diálogo.

blogdoorlando – mesmo juntando fotografia, psicologia, bate-papos e cerveja, quadrinhos continuam sendo o foco principal…
DW Ribatski! – Acho que não tem como não ser né. Eu sou quadrinista e muitos dos meus amigos são. Mas ao mesmo tempo temos o Grupo de Acompanhamento de Processo de Fotografia do André Penteado acontecendo desde o começo da Laje. Eu prefiro quando as coisas não tem necessariamente a "minha cara" e mais a "cara" do coletivo que se instaurar. Eu cuido do espaço e sou tipo um curador, mas gosto de pensar que ele é de todo mundo que se sente à vontade nele.


blogdoorlando – como tem funcionado os workshops de desenho?
DW Ribatski! – Tivemos um de desenho de observação com a Laerte e Rafa Coutinho (que agora migrou pro BREU), tínhamos o Clube do Desenho que agora deu um tempo pra reformulação mas que deve voltar, era um encontro quinzenal pra desenhar e trocar, tivemos um curso de fanzine com o Fabio Zimbres, eu mesmo dei um de Ilustração Editorial, tivemos dois com o Zansky de serigrafia, etc

blogdoorlando – vi que na programação tem um do bruno maron.
DW Ribatski! – Já tivemos anteriormente um do Bruno Maron com o Rafael Sica e agora o Maron vem de novo acompanhado do seu parça Ricardo Coimbra, dando curso pela primeira vez. Ele tem desenvolvido uma narrativa pra se pensar humor durante a história e algumas práticas pra ativar cérebros sebosos.

 

blogdoorlando – como faz para falar com vcs?
DW Ribatski! – manda email pra lajecontato@gmail.com, mensagem na nossa page do face: https://www.facebook.com/LAJESP/
ou no instagram: https://www.instagram.com/laje_sp/

lojinha

 

 

Salvar

Sobre o autor

Orlando Pedroso é artista gráfico e ilustrador, trabalhou com praticamente todas as publicações da grande imprensa. Foi colaborador da Folha de S. Paulo de 1985 a 2011. Ilustrou mais de 60 livros infanto-juvenis e é co-autor de “Livro dos Segundos Socorros” e “Não Vou Dormir” – finalista do prêmio Jabuti de 2007 nas categorias “ilustração” e “melhor livro”. Foi vencedor do Prêmio HQ Mix de melhor ilustrador nos anos de 2001, 2005 e 2006. Expôs nas mostras individuais como “Como o Diabo Gosta”(1997) , “Olha o Passarinho!”(2001), “Uns Desenhos” e “Ôtros Desenhos” (2007). Em 2008, faz uma exposição retrospectiva de 30 anos de trabalho como artista convidado do 35º Salão de Humor de Piracicaba.- É autor dos livros Moças Finas, Árvres e do infantil Vida Simples, e membro do conselho da SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil.

Sobre o blog

Este blog trata de artes gráficas, ilustração, cartum, quadrinhos e assuntos aleatórios.