PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Orlando

gustavo duarte solta seus monstros em santos

Orlando

28/08/2012 00h05

 

http://noinstagr.am. :>)

blogdoorlando – você é basicamente um ilustrador e cartunista. o que te fez migrar para os quadrinhos, especialmente com estórias mais longas?
Gustavo Duarte – É algo que sempre quis fazer.
Boa parte das minhas referências vem dos quadrinhos.
Me faltava tempo e paciência de encarar o trabalho.
O tempo continua faltando, mas tenho arranjado paciência pois é algo que tem me deixado animado.

blogdoorlando – durante um tempo você trabalhou dentro de uma agência de publicidade. que tipo de seqüelas vc sofreu e como vem tratando disso?
Gustavo Duarte – Foram 4 anos bacanas. Não tenho muito o que reclamar.
A W/Brasil era uma agência um pouco diferente das outras.
Trabalhei com muita gente que gosto até hoje.
Talvez não durasse tanto tempo em outra. Só não fiquei mais porque não sou publicitário, mesmo.

blogdoorlando – taxi e birds são um sucesso como publicação independente. quantos exemplares foram vendidos?
Gustavo Duarte – CÓ! – 1500 (esgotada), Taxi – 2900 e Birds – 2700    

      

blogdoorlando – você tem alguma editora em mente para que seus álbuns entrem no mercado de maneira formal ou vc vai continuar como independente?
Gustavo Duarte – O meu novo livro é pela Companhia das Letras (Quadrinhos na Cia.).
Será a minha primeira experência com uma editora. Acho importante também ver como funciona esse lado. Até agora tem sido extremamente positivo tanto no trabalho com o editor (André Conti), quanto na produção do livro junto com a equipe da editora.
Quanto ao mercado independente, também pretendo me manter presente.
Aprendi muito fazedo os três primeiros álbuns de forma independente e acho que posso aprender muito ainda.

 


blogdoorlando – do que se trata essa estória?
Gustavo Duarte – O livro se chama "Monstros!".
É uma história de monstros japoneses invadindo Santos.
Será lançada no final de setembro.

blogdoorlando – você já foi apresentar seus trabalho na comicon algumas vezes. qual o resultado disso e onde você espera chegar?
Gustavo Duarte – Ir as convenções, tanto fora quanto dentro do Brasil é sempre bom.
Você conhece muita gente e vê coisas novas.
Fora do Brasil o impacto é sempre maior pois estamos falando de um mercado pra valer.
Pra mim foi e tem sido muito bom. Conheci muita gente. Artistas, escritores, editores, etc. Além do contato com o público que lê as histórias.
Quando você faz uma história, quer que o maior número de pessoas leiam.
O que eu quero indo para fora, além aprender, é que mais pessoas conheçam o meu trabalho.

blogdoorlando – fazer quadrinhos exige uma disciplina e dedicação que muitas vezes a charge não permite. como você lida com essas duas maneiras de trabalhar?
Gustavo Duarte – Quando estou produzindo quadrinhos, além de uma página da HQ, faço diariamente uma charge ou uma ilustração.
No outro dia a charge ou ilustração está publicada e pronta para todos verem.
Já os quadrinhos são um trabalho de paciência. Por mais que você faça, exsite um prazo muito mais longo para ver pronto.
Como estou acostumado com o trabalho diário, quero ver pronto. Logo.
Esse é um dos sentimentos que tenho que aprender a lidar.

blogdoorlando – seus livros independentes são muito baratos se comparados aos álbuns lançados pela maioria das editoras. como você vê esse mercado e o que pode acontecer nos próximos anos?
Gustavo Duarte – Não acho que eles são baratos. Acho que o preço é justo.
E acredito que isso seja essencial para poder criar um mercado de verdade.
Os leitores tem que poder consumir os livros.
Muitas editoras demoram para entender isso. Já ouvi de editor que o livro precisa custar caro para poder se pagar vendendo uns 300 e não ter prejuizo… Pensar assim é o fim do mundo.
O bom é que muitas editoras já enxergam diferente. Tem que publicar quadrinhos não pensando em se pagar e sim em ter lucro. Não é tão difícil, é só uma questão de profissionalismo.

blogdoorlando – qual o próximo projeto?
Gustavo Duarte – Entregando agora os "Monstros!", começo a finalizar o roteiro da Graphic Novel do Chico Bento, que farei para o Mauricio de Sousa.
O quanto antes aprovar o roteiro final com o Sidão (Sidney Gusman), começo a desenhar.

 

 

quem é gustavo duarte:

Nascido em São Paulo no dia 19 de maio de 1977.
Mudou-se para Bauru no final de 1985.
Formado em Design Gráfico pela Universidade Estadual Paulista (Unesp – Bauru) em 1999.
Começou a sua carreira de cartunista e ilustrador no Diário de Bauru de 1997 a 1999.
Em janeiro de 2000, voltou a São Paulo para atuar como designer gráfico na Editora Abril.
No mesmo ano, começou a colaborar como ilustrador e cartunista em diversas publicações:
Veja, Forbes, Le Monde Diplomatique, Recreio, Placar, Playboy, Sexy, VIP, entre outras.
Trabalhou na W/Brasil como ilustrador e diretor de arte de 2005 a 2008.
Colabora desde 2005 com a Folha de S. Paulo.
Publica diariamente, desde 2000, no jornal esportivo LANCE!
Lançou três álbuns de história em quadrinhos:
CÓ! (2009) / Taxi (2010) / Birds (2011)

Prêmios:
2009 – Troféu HQMix – Melhor Edição Única (One-Shot) – "CÓ!"
2009 – Troféu HQMix – Desenhista Revelação
2010 – Troféu HQMix – Melhor Edição Única (One-Shot) – "Taxi"
2010 – Troféu HQMix – Melhor Caricaturista
2011 – Troféu Angelo Agostini – Melhor Cartunista
2011 – Troféu HQMix – Melhor Publicação Independente de Autor – "Birds"
2011 – Troféu HQMix – Melhor Publicação de Terror / Aventura / Ficção – "Birds"
2011 – Troféu HQMix – Melhor Caricaturista

 

 

 

 

 

Sobre o autor

Orlando Pedroso é artista gráfico e ilustrador, trabalhou com praticamente todas as publicações da grande imprensa. Foi colaborador da Folha de S. Paulo de 1985 a 2011. Ilustrou mais de 60 livros infanto-juvenis e é co-autor de “Livro dos Segundos Socorros” e “Não Vou Dormir” – finalista do prêmio Jabuti de 2007 nas categorias “ilustração” e “melhor livro”. Foi vencedor do Prêmio HQ Mix de melhor ilustrador nos anos de 2001, 2005 e 2006. Expôs nas mostras individuais como “Como o Diabo Gosta”(1997) , “Olha o Passarinho!”(2001), “Uns Desenhos” e “Ôtros Desenhos” (2007). Em 2008, faz uma exposição retrospectiva de 30 anos de trabalho como artista convidado do 35º Salão de Humor de Piracicaba.- É autor dos livros Moças Finas, Árvres e do infantil Vida Simples, e membro do conselho da SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil.

Sobre o blog

Este blog trata de artes gráficas, ilustração, cartum, quadrinhos e assuntos aleatórios.

Blog do Orlando