Blog do Orlando

Categorias

Histórico

rumo aos 30, prêmio hqmix de quadrinhos precisa encarar a maturidade

Orlando

DSC_8511-1

fotos: cecília laszkiewicz

 

em sua 28ª edição, o prêmio hqmix de quadrinhos continua sendo um caldeirão de experiências.
as dezenas e dezenas de prêmios continuam lá, os discursos intermináveis também, assim como serginho groisman que apresenta o evento desde sua primeira edição.
o troféu foi criado a partir da participação de josé alberto lovreto e gualberto costa no programa tvmix, da tv gazeta, dirigido e apresentado por ele.

DSC_8566-3

serginho groisman

o prêmio sempre dá o que falar e neste ano, 2016, a polêmica girou em torno da lista de publicações a ser votada.
até o ano passado uma comissão se encarregava de selecionar as de maior destaque ou relevância e que passavam a fazer parte da lista a ser votada. havia, também, a opção “outro” para o caso de se querer votar em algo fora dessa lista.
neste ano foram cerca de 2.000 publicações lançadas e catalogadas.
jal destaca, com orgulho, esse espantoso número que vai na contramão de uma crise econômica que parece não ter fim. a molecada continua produzindo muito e teve mais visão que o próprio mercado, diz ele.
ainda segundo jal, a ideia de não se fazer uma triagem e deixar que todos fizessem parte dos indicados foi uma tentativa de trazer maior participação dos votantes.
lembrar que estes são profissionais da área previamente cadastrados. todos recebem uma senha e a partir de seu cpf formam um gigantesco colegiado.
o novo formato foi bastante criticado. havia publicações em categorias erradas e duplicidade de títulos em outros.

jal e gual

jal e gual

segundo sidney gusman, editor, crítico de quadrinhos e um dos maiores colecionadores de troféus hqmix, é humanamente impossível conseguir ter acesso e ler todas as 2.000 publicações. isso pode criar sérias distorções nos resultados. além disso, ele critica o excessivo número de categorias. melhor publicação independente – diz ele – deveria ser uma categoria única independente do fato de ter sido feita por uma pessoa ou um coletivo. neste ano havia 4 estatuetas reservadas para eles.
o sistema de votação incorre numa outra distorção: quem tem mais amigos e mais potencial de lobby tem mais chance de emplacar uma vitória.
numa pesquisa rápida, fica muito claro que poucos leram a maioria dos premiados.

DSC_8909-26
daniel esteves, 7 estatuetas na estante, acha que o processo se traveste de democrático. ele prefere, também, um sistema em que os jurados se comprometam a ler as publicações concorrentes.
no próximo ano o prêmio hqmix vai passar a relacionar somente trabalhos inscritos. isso pode reduzir um pouco alguns desses problemas mas, com relação às indicações, o impasse deve continuar a não ser que se organizem comissões para que todos esses inscritos realmente sejam lidos como acontece com a maior parte dos editais no país.
seria uma forma mais justa ao que parece.
num tom bastante otimista, jal defende os critérios do prêmio e anuncia a criação da tv hqmix, um canal informativo na web que, acredita ele, irá ser mais uma ferramenta para que cartunistas e quadrinistas se atualizem sobre as questões da profissão.
neste ano o hqmix limou categorias tradicionais como charge, cartum, tirinha de jornal para se concentrar na produção de hqs.
essas categorias devem ganhar um outro prêmio em breve.

DSC_8646-4

maurício e alice takeda

um prêmio família

serginho groisman brincou que se toda a entourage do estúdio maurício de sousa se levantasse e fosse embora, o teatro esvaziaria.
e era verdade. a família maurício estava em peso.
quase 100% dos agraciados agradeceram à mãe, ao pai, à esposa, citavam os nomes dos filhos.
o quadrinho, que já foi uma arte marginal e mal vista, virou família.

laerte recebendo o prêmio para angeli, artista homenageado

laerte recebendo o prêmio para angeli, artista homenageado

o que se vê pouco mesmo na plateia, são desenhistas e outros profissionais não agraciados no ano, o que chama muito a atenção.
o prêmio hqmix, com todos os seus defeitos, continua sendo muito querido mas os sentimentos são contraditórios.
se o indicado não leva o troféu, tem uma grande chance de ele sair por aí falando mal, dizendo que o evento caducou e que tem que acabar.
se leva, agradece aos incansáveis jal, gual e dani batista que levam o troféu nas costas.
cá entre nós, tocar um evento desse por tanto tempo não é brincadeira e o fato de artistas prestigiarem o troféu somente se o seu estiver garantido, pode falar muito de nossa índole.

ziraldo

ziraldo

demooooooora….

a entrega, que aconteceu neste sábado dia 3 no sesc pompéia em são paulo, teve pontos altos como a participação profissionalíssima do quarteto 11 e meia e de um ziraldo inspirado e divertido. o troféu aliás, era a reprodução de seu personagem super mãe.
muitos “fora temer” também fizeram parte do script.

quarteto 11 e meia

quarteto 11 e meia

como ponto baixo, o de sempre: um evento longo, interminável e, muitas vezes aborrecido, o que faz com que os últimos premiados sejam recebidos por um auditório cheio de buracos.
com mais dinâmica, a entrega poderia ter um público maior, que ficasse até o final e que permanecesse ainda um tempo para papear, trocar ideias, tomar um chope.

de qualquer forma, não há como não reconhecer o esforço dos organizadores em realizar um evento de relevância para os quadrinhos nacional.
rumo aos 30, chegou a hora de se encarar a maturidade e aproveitar os bons ventos que movem desenhistas, roteiristas e editoras a continuar produzindo.
para isso, talvez fosse positivo a comissão de organização escutar mais seus pares.

abaixo, mais fotos dos premiados:

DSC_8656-5 DSC_8671-6DSC_8720-8 DSC_8734-9 DSC_8747-10DSC_8776-12DSC_8853-15DSC_8815-14DSC_8859-16DSC_8864-17DSC_8871-18DSC_8875-19DSC_8879-20DSC_8885-21DSC_8892-22DSC_8897-23DSC_8901-24DSC_8906-25DSC_8574-2DSC_8665-3DSC_8723-4DSC_8730-5DSC_8753-6DSC_8755-7DSC_8757-8DSC_8759-9DSC_8890-11DSC_8521-1

a comissão organizadora

a comissão organizadora

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Sobre o autor

Orlando Pedroso é artista gráfico e ilustrador, trabalhou com praticamente todas as publicações da grande imprensa. Foi colaborador da Folha de S. Paulo de 1985 a 2011. Ilustrou mais de 60 livros infanto-juvenis e é co-autor de “Livro dos Segundos Socorros” e “Não Vou Dormir” – finalista do prêmio Jabuti de 2007 nas categorias “ilustração” e “melhor livro”. Foi vencedor do Prêmio HQ Mix de melhor ilustrador nos anos de 2001, 2005 e 2006. Expôs nas mostras individuais como “Como o Diabo Gosta”(1997) , “Olha o Passarinho!”(2001), “Uns Desenhos” e “Ôtros Desenhos” (2007). Em 2008, faz uma exposição retrospectiva de 30 anos de trabalho como artista convidado do 35º Salão de Humor de Piracicaba.- É autor dos livros Moças Finas, Árvres e do infantil Vida Simples, e membro do conselho da SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil.

Sobre o blog

Este blog trata de artes gráficas, ilustração, cartum, quadrinhos e assuntos aleatórios.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Blogs - Blog do Orlando
Topo